*****MEU PERFIL*****

17 anos, um cachorro, uma hamster, uma mãe e três saudades. Aluna de direito que não sabe direito o que quer e que finalmente passou direto, sem prova final para o 2º período no CEUT. Um trauma de injeção no bumbum e de ver cenas ruins acontecendo. Um homem que insiste em existir e uma madrinha que a faz sentir uma obrigação enorme de dar atenção pra ela. Um padrinho que faz muita falta e quem ela sente que deveria e poderia ter aproveitado mais. Uma vontade imensa de viajar e caminhar sem rumo. Piauiense de nascença e pernambucana de criação, coração e opção. Uma família bem estranha e espalhada. Amigos espalhados também, de vários tipos, turmas e lugares. A procura de uma turma que se identifique com ela e seja do mundo. Louca pra aprender a tocar guitarra e pular de pára-quedas. Já se arriscou tocando bateria e toca piano e flauta. Gosta de ler e de escrever e até é boa nisso, mas tudo depende da inspiração, do momento, da luz, e da flexibilidade do rabinho da tartaruga. Uma história de vida bem complicada e uma vontade imensa de inovar. Queria ter um quarto bem arrumado, com fotos coladas como papel de parede num fundo amarelo, um puff rosa, uma rede verde cana, um computador só pra ela, um armário que coubesse todas as coisas, uma estante de mármore como do quarto do Didú e um som que tocasse de tudo. Ajeita todas as suas cartas e papéis em pastas e acredita que um dia essas pastas a expulsarão do seu quarto. Acredita no amor, em que nada acontece por acaso e (ainda) nas pessoas. Adora ficar descalça, tem problemas de insônia, enxaqueca e asma, troca o dia pela noite e adora falar (mas odeia falta de atenção ou falar só). É viciada em café (apesar deste a deixar com azia), internet e telefone. Não tem paciência pra enrolação, é extremamente prática e objetiva e no geral sabe bem o que quer e como agir pra conseguir. Já praticou judô, ballet, yoga, natação e musculação e hoje em dia pratica levantamente de garfo. Não consegue concluir nada apesar de estar totalmente insatisfeita no tédio. Tem quatro grandes artistas com quem gostaria de trocar uma idéia e nunca viu um show do Alceu Valença. Vive criando blogs, mas nunca os usa por tempo suficiente para divulgá-los. Abusa das coisas com muita freqüência. Adora sorrir e faz muito isso quando está envergonhada. Tem estado em estado de letargia e nostalgia constante. Adora historia e odeia falsidade, hipocrisia e politicamente corretos. Tem hora que brinca de jogo da verdade e faz uma faxina nas relações. Adora ser autêntica e tem hora que adora estar acompanhada, mas no geral gosta de andar e estar sozinha. É comunicativa e gosta de fazer amigos. Odeia que a chamem por apelidos que não seja o diminutivo de seu nome e que a julguem sem conhecê-la. Não toma água com gás e nem come verduras ou frutas com nomes estranhos. É viciada em sopa e em sorvete de doce-de-leite. Adora misturar doce com salgado e é super fácil de ser agradada. Não liga muito pra conselhos apesar de adorar ouvi-los e quando se empolga, se empolga mesmo. Odeia receber certos tipos de críticas que a deixem insegura da sua forma de ver o mundo. Escuta de um tudo e não tem lá muitos preconceitos. Detesta pessoas que enxergam apenas um lado da história e já se acham capazes de julgar e/ou opinar. É extremamente ciumenta (apesar de fazer um esforço monstruoso para disfarçar) e é muito orgulhosa e às vezes egocêntrica. Precisa urgentemente de um homem que faça sua cabeça, se mudar e viver a vida que gostaria de levar...



   

    UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Meu flog
  Bem aqui assim
  Meu Yorkult
  Anno Zero
  Sulamente
  Louca Vida Mund-Ana
  A dona do amor
  Descafeinado
  Nada mais de malmequer
  Meu mundinho Up
  Tudo na minha vida
  Menina Baiana
  Solcultura
  Anucha Melo
  Dani-se
  Sala 2
  Duas fridas
  Fal
  Morbydia
  Teófilo
  Vigésimo quarto círculo do inferno
  Fernanda Lima
  Graceful Marylin
  Livro de magias da Bruxa Má
  Garotas que dizem Ni
  Irmãs Soprando
  Trunfo Italiano
  O que der na telha
  Comunicata
  Dark Fighter
  Wil's flog
  Elwing
  Feito num dia
  Rádio Terra
  Poesias femininas
  Canção - Cecília Meireles
  Essas mulheres
  Audrey Lincourt
  Geléia Exagerada
  Mitraa
  Danick
  Amora
  Talk Ative
  Tatiana Valentina
  Blog da Luana Piovani
  Simplesmente Amo-te


 

    22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005


 

   

   


 
 
POR ONDE EU ANDEI...



Esses dias na casa da Danny me fizeram muito bem.
Eu tava com muitas saudades dela. Muitas mesmo. Tantas que eu nem me toquei do tamanho delas nesse tempo todo.
Cheguei lah na sexta, no sábado a gente foi pro Churu (que eu insisto em chamar de Chruru) e foi lecal lah... não mto "proveitoso", mas lecal.
Na saída fiquei sem um krep =/ e acabei saindo cedo pq a Dann n tava se sentindo bem.
No domingo, Circulador.
Aí sim, muy proveitoso, em todos os sentidos.
Ver pessoas que há mto eu n via... curtir pessoas que eu não curtia... e essas coisas.
É... eu tava precisando de novidades...

Escrito por ***Nyx Bel*** às 16h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




Bem, retribuindo a visita, fui pra casa da Isa. É tão ótimo me livrar da Carrapatinho por uns tempos.

Amanhã eu vou pra casa da Dann e provavelmente fique lá até terça... ou sei lá, até quando me expulsarem (sempre existe a casa da Déa como minha salvação).
De qualquer forma, eu preciso é sair daqui e ver se encontro quem está fazendo minha cabeça esses tempos.


Adorei essa foto com a Jessie... ela me assoprando por causa do calor (lá no Circulador parece que estamos nas portas do inferno).

Fora que minha cabeça vem latejando e latejando tanto que eu mal tow conseguindo enxergar. E eu não consigo mais ser a bela intelectual que escreve coisas altamente produtivas e criativas como antes... é... quando minha vida sentimental começa a subir a tona, eu fico cada dia mais burra.

Tal pessoa tem andado assíduo no msn... pra quem dizia que "foi mal, mas isso é mto chato", acho que tá se contradizendo um pouco... como sempre, aliás.
Logo ele que era viciado em msn :P

Bem... eu jah tow doida pra ir pro mundo de novo e concretizar os meus sonhos. Alguém me salve do nada!!! (eu salvo o Didu, mas nas horas q eu preciso, quem diz q ele me salva?! :/).

Escrito por ***Nyx Bel*** às 01h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




Hoje foi o dia... na verdade, essa tem sido "A SEMANA".
Primeiro sai pra comer com alguém que há mto não via... e que apesar de ter se mostrado mto parecido c outro que eu jah conheço, parece ser mais... hum... num sei :P
Terça foi infernal... soh deu pra salvar a parte em que eu assisti a novela (programa bom da porra #P).
Mas hoje (quarta), foi muuuuito lecal... não que eu tenha feito algo de muuuuuuuuuuuito diferente, assisti minha novela (como sempre :P), mas depois das 4 o dia começou a ficar lecal... a Isa veio pra cá e a gente começou uma sessão de fotos.
Essa é uma delas:



depois a gente foi pro teatro, ver o "Instantâneo", que eu adorei... mas despertou em mim sentimentos estranhos.
No meio da apresentação me deu vontade de chorar...mas aí engoli o choro, desde quando eu choro em público? Nam... e ainda mais sem motivos.
É só que essa história eu jah conheço e remete a coisas e choros sem sentido.
Essa é uma foto da apresentação. :)



Eu até queria que a Chris aparecesse para eu agradecer a ela por ter me "apresentado" a Isa :D
Fora que eu tow doida que ela venha pra cá pra eu me apresentar tb :)

Então, essa outra aqui foi do Circulador, domingo.
Eu + Didúnio. Até que enfim a gente tirou uma foto juntos, tinha quase 2 anos que a gente n tirava, se eu muito não me engano, a última foi em Abril/Maio de 2004. :O Tem mais bilhões do Circulador, mas nem sei se vou colocar aqui, de qualquer forma, tá no frog :P (www.fotolog.net/belfort)




Escrito por ***Nyx Bel*** às 01h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Então.. esses dias foram uma loucura.
Entre meu pleno e total inferno astral e o paraíso perdido.
Vi meu lindo sobrinho, passei ontem o dia com ele, curtindo o menino mais fofo do mundo (e também o mais rueiro e mimado que eu já vi).
Acho que passei por todas as etapas... ou quase todas, não vi o banho, mas a troca de frauda, a amamentação, ele abrindo o berreiro, isso tudo eu vi sim. :D
Bem, então essa foi a parte do paraíso perdido, paraíso porque é meu sobrinho, lindo e eu amo bebês (menos quando eles choram), e perdido porque são raras essas visitas... não por minha parte, claro! Só pelo simples motivo do papai ficar me enrolando.
Mas o inferno astral começou na sexta-feira, pra não dizer na quinta (da semana passada, não dessa).
A última foi demais, melar os meus planos é a gota dágua, portanto, eu vou me mandar hoje pra casa da Lara, de lá vou pra casa da Paloma, depois (talvez) pra casa da Rixa, e depois (acho) pra casa da Nara.
Uma maravilha!
Se alguém me arranjar o solução aí pra tocar uma prima chata c uma mãe maluca (a minha), eu aceito ;D


Escrito por ***Nyx Bel*** às 15h16
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por ***Nyx Bel*** às 14h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Então, hoje eu comecei o dia bem e obrigado.
Acho que vou voltar a dormir porque na verdade não acordei ontem, acordei hoje.
Mas foi ótimo conversar com a Jessie (saudades do meu rabinho :D), com a Christie e com o Bel.
Tá.. com uma tal outra pessoa também foi... mas eu não sei se tow afim de voltar a ter sarna pra me coçar.
Especialmente se essa for (e é!) maior que a outra.
Mas afinal, qual é a graça da vida sem algumas aventuras, né?!
Sabe, eu tava conversando hoje com uma amiga sobre essa onda de julgar a vida dos outros, avaliar, se intrometer, criticar e tudo mais.
Um dia desses aconteceu de um carinha que eu conheço ficar com 3 garotenhas (2 melhores amigas) da sala dele, e todo mundo ficou criticando.
Bem... segundo a minha humilde opinião: 1 caso- se for mulher criticando: é porque queria tá no lugar das que ficaram com ele e não tem coragem de admitir ou investir no cara, portanto, inveja das garotenhas. 2 caso- se for homem: tá morrendo porque o outro tá pegando todo mundo e ele não, ou seja, inveja de novo! Tudo se resume em inveja.
E é porque somos um país católico (porém laico) e um dos mandamentos é não cobiçar a coisa (objeto ou mulher) do próximo.
Jogue a primeira pedra quem não tiver feito uma dessas coisas pelo menos uma vez na vida.
Eu fiz, ambos os lados da questão.
Tanto o de criticar (porque eu sou humana e sinto inveja) como o de ficar com amigos (claro que nunca fiquei com ninguém da minha sala, até porque nunca um homem que preste estudou comigo).
Mas é tudo uma questão de auto-controle e disciplina. É sério! É totalmente possível que alguém largue sua péssima mania (pra não dizer vício) de falar da vida dos outros.
Acho que vou lançar um livro com os 10 passos básicos de como se livrar do vício de julgar/falar/comentar da vida dos outros.
Num é uma idéia lecal?



Escrito por ***Nyx Bel*** às 07h24
[   ] [ envie esta mensagem ]




As Cartas Que Eu Não Mando
>> Leoni

Rio de Janeiro hoje é 23 de 3
Como vão as coisas de mês em mês?
Eu me sento pra escrever pra você
EU reformei a casa
Você não soube disso nem das outras coisas
Sabe eu tive um filho...
Faz tempo que eu me perdi de você

Guardo pra te dar as cartas que eu não mando
Conto por contar... eu deixo em algum canto

Eu vi alguns amigos tropeçando pela vida
Andei por tantas ruas... são historias esquecidas
Um dia eu quis contar pra você
Eu fico imaginando sua casa seus amigos
Com quem você se deita quem te dá abrigo
Eu me lembro que eu já contei com você

E as pilhas de envelopes já nao cabem nos armários
Vão tomando meu espaço
Fazem montes pela sala
E hoje são a minha cama, minha mesa, meus lençois
E eu me visto de saudades do que já não somos nós

Escrito por ***Nyx Bel*** às 04h23
[   ] [ envie esta mensagem ]




Tempos que eu não escrevo aqui... como a Christie falou... eu abandonei aqui.
Mas eu acho que vou voltar, pelo menos esse mês.
Ainda tenho planos pra colocar em prática.
Francês, bateria, inglês, academia, e mais bilhões... o problema: será que a preguiça vai deixar?
Espero que sim! :D
Uma fotinha de LC, do reveillon, muito louco e feliz! ;) ;D ;*



Escrito por ***Nyx Bel*** às 02h11
[   ] [ envie esta mensagem ]




Menino, como é difícil se conseguir uma informação nesse país.
E como é fácil conseguir todas as outras que você não estpa procurando.
Dando uma vasculhada nos sites de Recife, saca só:

Passagens têm aumento médio de 19 centavos
O Conselho Metropolitano de Transportes Urbanos (CMTU) aprovou o aumento da tarifa de ônibus em torno de 9%. A passagem do anel A passa de R$1,50 para R$1,65 e a tarifa do Anel B de R$2,30 para R$2,50. Cerca de 91% dos usuários do sistema de transporte coletivo do Grande Recife usam os dois anéis.

O novo aumento deverá entrar em vigor já neste domingo. As demais tarifas também tiveram aumento. Utilizado nos ônibus complementares o anel D, passa de R$ 1,80 para R$ 2. O anel E, das linhas circulares, foi o que sofreu maior reajuste, de mais de 17%, saltando de R$ 1,40 para R$ 1,65. Já o anel G, usado nas linhas com até 15 km, sobe de R$ 1 para R$ 1,15.

Da Redação do PERNAMBUCO.COM

Um absurdo! Daqui há pouco vão estar cobrando passagem iguais as de Florianópolis, imaginem só, R$ 3,00 só por uma passagem.
Ah, fala sério!

Escrito por ***Nyx Bel*** às 07h08
[   ] [ envie esta mensagem ]




Rapaz... é nessas horas que eu vejo que eu escolhi o curso certo.
Ontem de manhã, passou no Bom dia Piauí um anúncio de um concurso pra Procurador Geral do Trabalho... salário de R$18.000 (e mais alguns quebrados).
Quem passar tá feito pelo resto da vida... mesmo que vá trabalhar no meio do mato, 2 anos depois pode se transferir.
Que maravilha.
Pena que eu nem posso concorrer a esse concurso (pow... no primeiro período é foda :P).
Mas por falar em concurso... o que um Auditor Fiscal da Previdência faz???
Salário deles: R$4.787,34
Nem é uma coca-cola, mas é uma pepsi.
Olha esse outro salário bonito: R$ 10.464,14 pra Juiz do Trabalho Substituto em SP. E pra Procurador do Trabalho em SC, R$11.014,00.
Nada mal, né?!
Claro que eu acho que eles ainda não ganham tanto quanto um deputado ou senador... mas já é algo... e que algo booom :D
Hahahaha :D
E num é que o Maranhão tá pagando bem????
R$ 13.973,68 pra Procurador no Tribunal de contas do Estado.
E a Paraíba também não ficou atrás: R$ 10.464,14 pra Juiz do Trabalho Substituto. Lecal. Era isso mesmo. :D
http://www.resumosconcursos.hpg.ig.com.br/downloadsv3_edit.htm
http://www.centraldeconcursos.com.br/concursos.asp?id_status=3

Escrito por ***Nyx Bel*** às 07h15
[   ] [ envie esta mensagem ]




Ah-rá.

Graças ao belo pc do CEUT, eu terei de voltar a me utilizar dos emails do yahoo.

E por que?

Simplesmente porque aqui no CEUT os pcs não abrem o orkut, nem o hotmail, nem fotologs, ou seja, nada das coisinhas lecais.

Portanto, qualquer coisa: tardedemaio@yahoo.com.br :D



Escrito por ***Nyx Bel*** às 18h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




CIÚMES

Antes de começar o meu post de hoje:
Tá bom, Bel. Eu também acho que o Nordeste precisa urgentemente de uma reforma agrária e de um governo competente, mas eu tow trabalhando com possibilidades plausíveis e não com ações impossíveis.
Mas eu ainda te amo mesmo assim.
Bem... pra variar, eu abusei desse endereço.
Então, fiz um novo: http://bookofillusions.blogspot.com/
Que com certeza eu devo vir a abusar, mas o droga do blogspot não me deixou fazer com o login "belfort", então deixei pra lá. Gosto daquele formato.
Mas nem era sobre isso que eu ia falar hoje.
Era sobre ciúmes.
Odeio sentir ciúmes. Odeio mesmo.
Mas sinto e não minto e nem escondo.
Eu sinto ciúmes por uma pessoa que é muito minha não me atender quando eu quero.
Por ter outras amigas tão amigas quanto eu.
E por mais uma infinidade de coisas.
Mas desse ciúmes, eu não sinto raiva.
Porque ele sabe que eu sinto ciúmes e entende.
Mas eu odeio sentir ciúmes e medo.
E desse eu sinto por outra pessoa.
E não gosto disso.
Não gosto de não gostar de perceber pessoas que eu conheço próximas dele.
Não gosto.
Não gosto de saber dele.
E eu quero distância.
Alguém me dá isso???

Escrito por ***Nyx Bel*** às 07h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




Duas coisas interessantes de ontem pra hoje:
1- Já começaram a passar a propagandar para o "Natal sem fome".
Nada contra a caridade, mas quer dizer que nós além de pagarmos os impostos que são os mais altos do mundo, ainda temos que ficar suprindo (portanto custeando) as falhas do governo????
Cadê aquelas toneladas que o Brasil muito gentilmente mandou pra Ásia e pra todos os lugares do mundo que sofrem de calamidades públicas como furacão, maremoto, vulcanismo e qualquer outra coisa que a natureza inventar?
O Brasil é muito solidário quando o problema tá fora daqui, mas e as pessoas que passam fome todo dia? Que pedem esmola nas ruas?
Essas pessoas ninguém quer recolher e colocar pra dentro de casa.
Então acho que tá mais do que na hora de todo mundo tomar vergonha na cara e começar a exigir do governo que ele pare de se apoiar na gente e faça o papel dele.
Ficar dando comida pro povo não vai diminuir a fome deles. Tem é que ensinar a pescar e não dar o peixe. Rum :P
E tenho dito!

Outra, vi hoje (acredita que eu vi "hoje" escrito "oge"?) no Gugu (não, eu não costumo assistir a esses programas, mas é que eu sou totalmente a favor do SBT e não tow com Directv no meu quarto) um quadro chamado "Voltando pra casa".
Tipo, tá... foi pra SP, não deu certo, quer voltar, isso é a história de milhões de nordestinos todos os dias (inclusive tem gente que ainda faz a imbecilidade de ir pra lá, morar em favelas lá).
E eu acho ótimo eles ajudarem a voltar... mas pra fazer o que na terra delas?
Voltar a morar em favelas lá... ou seja, mudar de favela pra favela.
Ótimo fazer a caridade de dar roupas novas pra eles, móveis, transportá-los, mas será que nenhum deles teve a idéia de com tantos contatos financiar um curso, algo que os ajude a encontrar novas formas de se sustentar aqui no nordeste?
Foi mal, mas eu acho que aqui já tem gente demais morrendo de fome, vivendo em favelas e aumentando a violência todos os dias.
Então se for pra trazer todos os nordestinos de volta para sua terra (que eu acho ótimo, porque isso diminui o desemprego no sudeste e com isso o preconceito deles com a gente), aproveitem também pra ter a "brilhante idéia" de profissionalizá-los em algo, porque se for pra ficar pedindo esmola, os deixem em São Paulo mesmo que aqui a gente já tem problemas suficientes.

Escrito por ***Nyx Bel*** às 00h14
[   ] [ envie esta mensagem ]




Então... eu tava pensando (e lendo uns flogs).
Impressionante o quanto nosso passado nos persegue, né?!
"Alguém" escreveu num dos (poucos) flogs que eu costumo ler: "Não vou deixar NUNCA pessoas invejosas tentarem abalar oq nos temos um pelo outro. O meu passado, tudo q ja fiz na minha vida, (...)"
Sabe, é impressionante como o que conta não é o agora, é o "meu passado", "o que eu fiz na vida", ora porra!
Agora vamos todos viver do que as pessoas eram? Pessoas não mudam, não?
Fora que é aquela, qual o direito que nós temos de julgar o que cada um fez ou deixou de fazer? No way! =/
Hum... interessantes as pequenas coincidências da vida e que geraram o meu pensamento hoje sobre esse assunto.
Primeiro, eu entrei no meu flog, vi o comentário de uma amiga, e fui no dela, dei uma sacada, e tinha uma foto nossa que eu já tinha postado e que era de quando a gente ainda era a gente, de quando a gente curtia, se divertia e de "quando éramos felizes e não sabíamos".
Putz, eu sei que a gente fez muita merda naquela época.
Coisas moralmente condenáveis e outras nem tanto. Coisas engraçadas, micômetros e que acabavam sempre na mesma coisa: em gargalhadas.
Eu tenho saudades daquela época. E é extremamente hipócrita aquele que teve uma época porra-louca e diz que não sente saudades.
E eu sei, porque me conheço, que minha época porra-louca não passou, apenas deu um tempo e estabilizou.
Mas aí, depois do texto dela, eu fiz um, relembrando.
Cara, às vezes eu me pego pensando no tanto de coisa que eu já fiz e que tanta gente da minha idade não tem nem idéia do que é.
Tenho amigas 5-10 anos mais velhas do que eu que não fizeram o que eu fiz (claro que a maioria delas por covardia).
Mas pow, quer dizer que só porque eu vivi coisas que a maioria das pessoas tem vontade de viver, mas não tem coragem, eu tenho que ficar me arrependendo todos os dias da minha vida e pagando por coisas que eu não faço mais?
Ah, não amigo! Que mundo é esse??
Eu sou daquela: "Tá, fulando usa drogas? Ótimo! Não me dá, não tenta vender pra mim, não me zoa por eu não usar, não me rouba pra comprar e não é na minha casa. Vida dele, problema dele."
Por que as pessoas têm que ficar analisando coisas que não as envolvem? Reprovando, comentando, excluindo.
Cada um com seu cada um. E eu sinceramente acho que se uma pessoa gosta da outra, "o passado" dela não interessa.
Mania de rotular todo mundo. =/

Escrito por ***Nyx Bel*** às 03h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




PSICOLOGIA INFANTIL

Hahahaha :D
Eu adoro conviver com pessoas (não muitas, por favor, se não tenho fobia)!
É incrível como é imensamente fácil entender os outros e imensamente complicado nos entender.
Como é fácil dar opinião pros outros e ter a nossa própria pra solucionar os nosso problemas.
É sempre aquela história que é mais fácil ver o defeito alheio do que o seu, porque por mais que seus próprios conselhos sejam bons e sirvam pra você adaptá-los de uma forma que se encaixem perfeitamente na situação torna-se uma obra divina.
E a melhor coisa do mundo é sentir que tá ajudando.
Passei 2 horas hoje ajudando, e foi lecal.
Quanto mais a gente ajude, por mais que a gente não perceba, também somos ajudados.

Hoje é um dia feliz, apesar deu não estar feliz e apesar deu ter visto no jornal o povo jogando LEITE fora por causa do embargo com carnes e derivados de bovinos, suinos e caprinos.
Puta que pariu! Leite sendo jogado no chão, na plantação, porque não tem quem compre, por causa do medo da febre aftosa!
Sinceramente, eu não defendo dar comida estragada aos animais, mas leite que a gente não tem certeza que está contaminado!
Puta que pariu! Será que essa ciência não evoluiu o suficiente pra poder fazer testes com essa carne, com esse leite?
Façam-se testes e se não tiver contaminada, dê pro povo que passa fome, pro mendigos, porque o mercado externo, mesmo com a confirmação de não contaminação, não vai aceitar o produto novamente tão cedo.
Rum... povo parece que não pensa.

Escrito por ***Nyx Bel*** às 03h45
[   ] [ envie esta mensagem ]





[ ver mensagens anteriores ]